segunda-feira, 17 de agosto de 2015

141. Bravus Race Monster

Local: Parque da Cidade - SJCampos - SP
Data: 15/08/15 - 10h - 28ºC Sol - Numeral: 1403
http://bravusrace.ativo.com/bravus2015/spmonsterago

Resultados: 10 km em 02:21:49 pace 14:10 min/km

Bravus Race, corrida de obstáculos, etapa Monster em SJCampos, simplesmente SENSACIONAL. Ótima organização, staffs atentos, estrutura bem montada. Corri, sobrevivi e voltarei. Não foi uma corrida, mas uma prova de resistência e força, na qual amizade, ajuda mútua e diversão foram essenciais. Corri na equipe Trapalhões (foto abaixo), uma amizade cada vez mais fortalecida e tudo isso num dia muito especial: meu aniversário


Transcrever aqui cada obstáculo superado, além de longo, não passaria nem um pouco de toda a experiência vivida. Segue uma reportagem neste link e um vídeo abaixo.

Sem academia nem treino especifico para tal prova, acho que fomos bem. Considero o Choque o obstáculo mais temido (tomei vários e numa próxima não sei se encaro) e o monte Bravus como o mais difícil. Por fim, churrasco e muita festa, afinal, neste dia, além de aniversariante eu era um Bravus. Valeu Trapas!

Equipe Trapalhões: Bruno, Erick, Mala, Douglas e Eu.

Lama, muita lama e diversão.

Monte Bravus: sem ajuda dos amigos seria intransponível.




terça-feira, 4 de agosto de 2015

140. Unimed Run 2015

Local: Via Norte - SJCampos - SP
Data: 02/07/15 - 8h15min - 23ºC Sol - Numeral: 6253
Site.: www.unimedrun.com.br

Resultados: 5 km em 00:26:54 pace 05:23 min/km

Prova excelente, em tudo, da organização aos detalhes. Sem dúvida, uma das melhores do Vale do Paraíba. Porém, ficou cara (R$ 75,00 + taxas) e seu custo x beneficio não compensa! Corri porque estava patrocinado pela Vinac, senão iria treinar por aí... mas jamais ali.

No desempenho fui bem: pace de 05:23 pra quem estava exatos 15 dias parados e antes disso com um histórico vergonhoso, não posso reclamar. Larguei com os amigos Edi e Bruno Narezzi, a conversa agradável durou até a subidona (+ de 1km) da via e sua continuação até retornar já quase na rodoviária da cidade. Depois a longa subida virou descida e tudo virou alegria até o sprint final. Acho que o melhor de tudo foi ter voltado a correr no local que tanto treinei quando por ali morava. Saudades de um tempo que eu realmente corria.

Largada na famosa, porém não tão adorável Via Norte.