quinta-feira, 26 de novembro de 2009

40. 23ª Corrida Pedestre de Jacareí

Local: Parque da Cidade – Jacareí - SP
Data: 29/11/09 - Largada: 9:30h - Clima: 21ºC Nublado / Garoa
Nro.: 685 - Peso: 81 kg - Tênis: IroMan Mohai
Percurso: 7km - Altimetria: Baixa - Foto:
















Equipe: Luis Carlos, Michel, Venâncio, Vanderléia, Maria José e Wagner + stafs (Chumbo, Davi, vó Rosa e Willian)

Relato: Na atitude de ser um bom corredor está intrínseco em mim algo que busco sem saber o que realmente é. Muito mais que uma meta alcançada, um recorde pessoal, um futuro pódio, corro com a sensação que algo de grandioso vai acontecer, por mais que eu sofra, lute e pense: "o que estou fazendo aqui". Tem algo que me empurra, me move e me faz acreditar que sou especial. Não sei explicar e até hoje me perco todo ao tentar responder a pergunta: Por que é que você corre ? Tantas são as respostas que fica difícil numerar as que mais convêm. Cada corrida estou num estado de espírito diferente e acabo, inconscientemente, elegendo uma variável e hoje correndo em Jacareí, já mais pro final da prova, comecei a pensar em quantos lugares já corri e quantos estão por vir. A interação em movimento com a paisagem que passa, os demais participantes que correm e as sensações que o sofrer primeiro, gozar depois me proporciona, me fez pensar numa meta ambiciosa: CORRER MIL CORRIDAS até o final de minha vida e neste sonho adicionar locais interessantes, turísticos e desafiadores. E assim, deixo de lado os detalhes da prova, para deixar registrado os detalhes deste corredor que de tanto viajar, chegou desta vez (vide foto) sem sprint mas de aviãozinho, o da felicidade, por estar retornando e bem as corridas. Encerro com a passagem bíblica em Jeremias 40:1,4 "Veja, toda a terra está diante de você, vá para onde melhor parecer."




















Tempo: 0:35:29 - Pace: 05:04 min/km
Resultados: www.corridasderua.com/resultados.aspx?i=684

Avaliação da Prova: Percurso bom, mas sem sinalização, coisa chata. Hidratação posto único, mas tardiamente posicionado, coisa muito chata. Kit pós-prova, satisfatório em relação a gratuidade da prova, com boa camiseta e medalha. Organização muito boa, inclusive resolvendo prontamente a não efetivação de minha inscrição. Enfim, nunca tinha ouvido falar das outras 22 edições, mas que venha a 24ª, pois esta foi muito boa. Parabéns Jacareí pela realização do evento.

Nota final:
3,75
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

39. Volks Run Etapa SBCampo

Local: Fábrica da Volkswagen – São Bernardo do Campo - SP
Data: 22/11/09 - Largada: 9:00h - Clima: 24ºC Nublado
Nro.: 685 - Peso: 81 kg - Tênis: Asics Nimbus 9
Percurso: 10 km - Altimetria: Alta - Fotos:











































Relato: Concluindo o circuito da Volks (Taubaté, Curitiba e SBCampo), fui pra esta etapa totalmente despreparado: sem treinos, rotina de alimentação (engordei 4kg), pós operado, enfim bem diferente de Taubaté quando estava numa ascendente e bati meu recorde nos 10k com 45:38. Com apoio dos amigos de sempre, realizei um único treino decente e achei que já estava bom pra realizar uma prova moderada só com a intenção de terminar mesmo. Mas na hora H a gente quer correr pra valer e nas vezes que tentei: quebrei, desanimei e quase caminhei. Mas sobrevivi a esta equizofrênia fisíca, psíquica e altimétrica rs. Acredito ter realizado uma boa prova, terminando-a em alta velocidade com a sensação de estar de volta. Obrigado à todos pelo apoio, a toda família Narezzi pela companhia e a minha namorada Leiliane pela paciência rs. Segue o famoso km-by-km:

Largada - Muitos atletas para pouco espaço, mas sem atropelos.
01k - 6:25 - Todo km em forte subida, segura o ímpeto da ansiedade.
02k - 6:05 - Tudo já doía e bate cedo demais aquela sensação "o que estou fazendo aqui". Mas sigo firme com os Narezzi's puxando.
03k - 5:46 - Posto de hidratação, tomo o único carbogel. Mantenho o ritmo com o Bruno enquanto o Gerson ganha distância.
04k - 5:02 - Percurso "sobe-desce" o tempo todo. Embalados por uma descida, encostamos no Gerson. Sensação boa de correr forte.
05k - 6:04 - Mais subidas e o corpo estressado pelo exagero no 4k cobra a sua conta. Eu e o Bruno diminuímos o ritmo. Gerson abre.
06k - 6:30 - Bate um grande desânimo, vontade imensa de caminhar.
07k - 6:24 - O esforço psicológico é extremo, estou muito desanimado.
08k - 5:45 - Pra complicar uma sequência de três fortes subidas. Busco forças e subo-as na paulada, aplicando toda a técnica. Ultrapasso inúmeros companheiros de pace. Adentro na linha de produção e reduzo para dar uma respirada e "oiada".
09k - 5:23 - Injuriado pelo péssimo desempenho até então, aproveito uma descidinha e forço o ritmo. Quero que acabe logo, não estou gostando de correr e só penso: "Tá acabando, tá acabando."
10k - 4:15 - Adrenalina dispara e toda aquela enorme subida do 1k vira uma deliciosa descida, amplio as passadas e dou uma força pra lei da gravidade agir, nem penso nos joelhos. Sensação mágica, fui imundado com todo aquele prazer de correr que só os corredores conhecem, ultrapassei uma centena deles... era surreal, inexplicável ! Cruzei o pórtico rindo, bobo e feliz da vida... extenuação, prostação e cansaço só voltei a sentir no meio do show do Skank que fechou a grande festa. Não ganhei o Novo Gol sorteado a todos os corredores, mas ganhei a certeza que posso voltar a correr bem, desde que o meu psicológico não atrapalhe o trabalho das minhas pernas.

Tempo: 0:57:43 - Pace: 05:46 min/km
Resultados: www.vwbr.com.br/blogeventos/category/Volkswagen-Run.aspx

Avaliação da Prova: Percurso desafiador: uma montanha-russa, adentrando a produção da Volks. Sinalização e hidratação corretas. Kit pós-prova com boa camiseta e medalha, acessório porta mp3, revista Runner's, gatorade e frutas. Faltou a barra cereal. Sorteio de um Novo Gol entre os concluintes. Praticamente a mesma avaliação da etapa de Taubaté com o diferencial do show do Skank antes do sorteio, muito bacana, mas que achei demorado considerando o cenário pós-prova e deixou o cansaço bater forte. Por fim, fica a grande reclamação que tirou a nota máxima: Não vejo a necessidade de separar em dias e locais a retirada do kit (em SP) com a do chip (local da prova), que complica e muito a nossa logística.


Nota final:
4,75
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente