quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

44. 85ª. São Silvestre

Local: Av. Paulista - MASP - São Paulo
Data: 31/12/09 - Largada: 16h45 - Clima: 29ºC Sol
Nro.: 12728 - Peso: 82 kg - Tênis: Asics Nimbus 9
Percurso: 15 km - Altimetria: Alta - Fotos:

















Relato:
Largada inesperada, sem contagem regressiva e com a música "Carruagem de Fogo" atrasada. Assim, na correria, largamos para a 85ª edição e minha 2ª participação desta inebriante festa do esporte, da vida. Com cuidado vou pela margem direita da Av. Paulista, quando praticamente paro para receber os votos da Leiliane e sair na foto. Uma multidão em movimento te empurra pra frente e os paces giram abaixo do meu programado de 6min/km. Os primeiros, acompanhado por João, Gerson e Vand, fecho abaixo de 5'. Alguns acompanhado pelo Gerson abaixo de 6', mas a partir do 7km, foi uma briga pessoal para não deixar o 6' estabelecer no 6'30". Na altura do km 10 cheguei a marcar pace de 06:37, mas lutei contra minha falta de disciplina com o treinamento, alimentação e descanso, que me geraram um super calo no pé esquerdo, assaduras e náuseas (que me acompanharam até mesmo durante a viagem de volta pra casa). Recuperei alguns poucos km's finais na casa do 6' e NÃO fiz como o Palmeiras que deixou a "gordurinha" de folga ganha nos km's iniciais derreter-se por inteiro. Na subida da Brigadeiro, muito cansaço e uma vontade imensa de fazer como diversos atletas correr/caminhar/correr/caminhar... mas sem esmorecer mantenho a toada e adentro a Paulista. Pela 1ª vez gosto da prova ao perceber que o meu planejado de um sub-1h30 era possível, me empolgo com a torcida, abro o sprint, invoco a adrenalina para comigo e agradeço a Deus pela oportunidade de estar ali correndo diante de tantas dificuldades que passei em 2009. Enfim, 01:29:17, com muita garra e persistência, 12 minutos mais rápido que a estréia em 2008.

Quero agradecer a companhia de todos os amigos que lá encontrei, os demais que durante todo o ano treinamos, corremos, conversamos e crescemos. Que venha 2010, a estréia na MARATONA e muitas outras histórias. Resiliência será o meu mote para voltar disciplinado aos treinos e forte nas provas. Valeu, Feliz 2010 pra nós !!!

Tempo: 01:29:17 - Pace: 05:57 min/km


Avaliação da Prova: Percurso desafiador e bem puxado. Sinalização, segurança e hidratação impecáveis. Kit pós-prova recheado, incluindo isotônico e medalha muito bonita. A camiseta acho que poderia ser melhor. A inscrição, cara demais e falta a opção de retirada do kit no dia da prova. Sonho meu das provas em SP. Mas valeu !

Nota final:
4,75
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

43. 43ª Corrida Henock Reis Filho

Local: Praça Benedito Meirelles - Aparecida - SP
Data: 17/12/09 as 20h - Clima: 19ºC Chuva
Nro.: 007 - Peso: 81 kg - Tênis: IronMan Mohai
Percurso: 9,250 km - Altimetria: Média













Relato: Prova gratuita, noturna e no meio da semana. Parafraseando, Zina, o poeta de uma palavra só (Ronaaaldo): "Topo, topo... vamos cair pra dentro. Por quê não ?". De carona com o Gerson Narezzi, fui pra corrida com um frio na barriga da "missão imposta" pelos amigos corredores de um sub-45, visto que é notório que o percurso não tem os 10km divulgado. Logo após o temporal largamos, sai forte para me manter motivado ao registrar os primeiros paces, mas não tinha as placas de sinalização e aos poucos fui cedendo, cedendo e me desanimando... Num certo momento tentei salvar a corrida, apertei o passo, encostei e corri por alguns metros com o amigo Guilherme Maio, mas não deu pra manter... um cansaço descomunal tomou conta de mim a ponto de não conseguir levantar as pernas e executar as passadas com eficiência. Uma sensação estranha, vontade imensa de caminhar e desistir. Aliás vontade que desde a minha volta é cada vez mais recorrente. Mantive a marcha lenta e com uma certa noção do percurso faltante esperava pelo fim ao menos mais digno que a de 2008, ao qual terminei com 0:51:04. Reta final e nem vontade de sprintar deu, cravei com 0:48:10. Apesar da melhora significativa, fiquei bem chateado, não em relação a colocação ou ao fato de terminar atrás de uma ou outra pessoa e sim com o meu próprio desempenho em relação as minhas expectativas, pois eu achava que o sub-45 era difícil mas não impossível e brigar por ele já me deixaria feliz, porém cedi ao primeiro sinal corporal de dificuldade. Enfim, uma prova que terminei mas não gostei. Valeu o encontro para rever os vários amigos presentes e desejar um Feliz Natal !

Resultados: Tempo: 0:48:10 - Pace: 05:12 min/km

Avaliação da Prova: Percurso de 9,250km auferido pelo GPS do Guilherme Maio e Fábio Vilhena que ratifica nossa desconfiança aos excelentes tempos. Ponto negativo para a organização que considera 10km. Isolamento e sinalização inexistente. Hidratação suficiente. Kit pós-prova fraco, apenas frutas. Sem camiseta, nem medalha. Inscrição gratuita pela internet, porém poderiam cobrar algum valor para termos medalha. Enfim, uma prova estilo treino noturno, pra uma quinta-feira sem nada pra fazer, tá bom demais. Agradeço aos amigos Fábio Namiuti, Edward e equipe 100Juízo que providenciaram as próprias medalhas e gentilmente me presentearam com uma.

Nota final: 3,0
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

42. 3ª Corrida StompFit

Local: Praça Guimarães – Jardim Aquarius - SJCampos
Data: 12/12/09 - Largada: 7:30h - Clima: 21ºC Chuva
Nro.: 109 - Peso: 81 kg - Tênis: Asics Nimbus 9
Percurso: 5km - Altimetria: Baixa - Fotos:



























Relato: Sabádo de muita chuva, largada muito cedo, então é normal uma certa desmotivação para correr e fui sem muitas pretensões. Porém momentos antes da prova comecei a ficar animado, principalmente depois que a chuva parou, e pensei em correr bem forte, no máximo, para me testar. Largada: Apenas uns trinta atletas, saiu rápido e pela 1ª vez tenho a incrível sensação de liderar uma prova, uns 400m até a chegada do Gerson Narezzi que tomou a frente para não mais perdê-la, fecho 01k - 4:05. Na minha frente Gerson e Moacir na liderança, eu em 3º e o Luis Carlos cada vez mais próximo, mas sou fisicamente obrigado a diminiuir: 02k - 4:39. Luis Carlos encosta e vamos juntos por um tempo: 03k - 4:48. Vamos revezando a posição e no posto de hidratação, com a garganta seca, deixo o copo cair: 04k - 4:34. Faltando uns 600m ao passar novamente pela hidratação reduzo muito, tanto para pegar água, como para beber e assim Luis Carlos abre grande vantagem. Próximo ao último cotovelo da praça disparo para ultrapassá-lo, quando consigo a aproximação o mesmo percebe e abre o seu sprint, naquele momento eu já tinha gastando todo o meu gás e termino em quarto: 05k - 4:20. Exaurido fecho a prova com 0:22:25 achando que tinha batido o meu recorde, mas eu me enganei com os números. Enfim, uma prova simples e engraçada com excelente participação das equipes Narezzi e Vinac dominando-a, vide a classificação no geral: 1º Gerson, 2º Moacir, 3º Luis Carlos, 4º Michel e 5º Vanderléia, porém 1ª feminino, além da aguerrida participação do meu amigo Bruno Narezzi. Faltou o pódio, mas o troféu ganhei no domingo, só que como campeão de um torneio de truco rs. Parabéns a todos !

Tempo: 0:22:25 - Pace: 04:29 min/km

Avaliação da Prova: Percurso plano de 5 voltas de 1k na praça. Hidratação única e kit pós apenas medalha e uma ótima camiseta. Organização esforçada e pessoal gente fina. Deveria de haver premiação, nem que fosse uma medalha diferenciada. Enfim, prova "interna" focada aos alunos da academia StompFit com o intuito de promover a corrida de rua. Porém pouco participantes e divididos em 5 e 10k, com isto, nós da equipe Vinac e Narezzi participamos como convidados nos 5k e dominamos a prova rs.

Nota final: 3,00
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

41. XXVI Prova Pedestre Tremembé

Local: Praça Geraldo Costa – Tremembé - SP
Data: 06/12/09 - Largada: 9h10min - Clima: 22ºC
Nro.: 104 - Peso: 81 kg - Tênis: Asics Nimbus 9
Percurso: 8km - Altimetria: Média - Fotos:

















Relato:
Durante toda a noite fui instigado pela insônia a decidir se iria ou não para esta prova. Uma vez que, eu queria muito ir mas muitas variáveis foram ficando contrárias ao meu querer e até questionei se não seriam sinais para não pegar a estrada, inclusive pela 1ª. vez sozinho. Mas reportando a citação do post anterior: "Veja, toda a terra está diante de você, vá para onde melhor lhe parecer." Jr 40,4-5, fui e lá encontrei com os amigos da 100Juízo (versão short) e com o Orlando (hoje espectador). Estava desde a madrugada desanimado, meio que obrigado a ir correr, mas ao final de tudo tive uma agradável e inesperada surpresa, já que só tinha medalhas até o 13º de cada categoria e sendo a minha dos 18 aos 29 anos, estava convencido que seria muito difícil ganhá-la. Segue km-to-km:

Largada - Saio calmo, frio, lento... mas os atletas ao meu lado disparam e no esforço tenho que seguir 01k - 4:47. Assustado com o pace, nada posso fazer a não ser manter 02k - 4:45. Ritmo começa a encaixar na estrategia... 03k - 5:08. Posto hidratação, bate uma desanimada e o ritmo cai 04k - 5:28. O pelotão mediano ao qual me encontrava desde a largarda começa a se desfazer 05k - 4:55. Aproveito uma descida, aperto o ritmo e lidero. Logo, uma tremenda subida, aplico a técnica e amplio a vantagem. Neste momento, foi que conquistei o 9ºlugar na categoria, pois estavam ali uns 4 atletas da mesma 06k - 4:32. Mais subidas, paralelepípedos e passo mais um da minha categoria que se arrastava. Escolho um coelho acreditando ser da minha categoria e vou... 07k - 4:51. Muito esforço pra nada, o atleta era de uma categoria acima. Próximo ao fim e com os demais coelhos muito a frente, só me resta manter a posição e torcer pra estar entre os trezes. Mas a placa 8k nunca chegava, com toda a certeza tinha mais de 1k 08k - 5:57. Enfim, fim: 0:40:27. Depois de escalar quatro fortes subidas nos últimos 2k, estava destruído. Recarreguei as baterias com um gostoso lanche da tia do guerreiro Namiuti (que disparou no início e fez uma excelente prova) e fomos esperar as premiações e sorteios. Para minha grande alegria fui convocado ao pódio para receber a medalha de nono na categoria de 18 a 29 anos. Não foi O PÓDIO, mas fiquei muito feliz pela colocação numa categoria tão disputada. Pra encerrar ganhei uma camiseta no extenso sorteio de brindes. Em suma, ainda bem que persisti e encarei o desafio, pois a recompensa serviu de lição para não menosprezar a simplicidade das coisas.

Tempo: 0:40:27 - Pace: 05:03 min/km
Resultados: http://www.tremembe.sp.gov.br/

Avaliação da Prova: Percurso chatinho: subidas, paralelepípedos, muitas curvas. Sinalização eficiente mas tinha mais de 8k. Hidratação dupla e bem posicionada. Kit pós-prova apenas frutas, nada de camiseta e medalhas apenas na premiação por categoria. Prova simples, sem chipagem (controle por senha), sem frescura, porém eficiente e muito boa, considerando sua gratuidade.

Nota final: 3,5
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente