quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

93. Ayrton Senna Racing Day 2011

Local: Autódromo de Interlagos - São Paulo
Data: 04/12/2011 - 10h - Clima: 20ºC Sol
Nro.: 855-3 - Percurso: 11 km - Altimetria: Alta
Site.: www.ayrtonsennaracingday.com.br/2011

Um coração corinthiano... de campeão !


Relato: Com 12 anos de idade, assisti ao vivo pela TV a batida da Williams de Senna  no muro Tamburello no autódromo de Ímola na Itália. Ali morreu um campeão, um herói brasileiro, um corinthiano convicto. Particularmente, a Fórmula 1 perdeu a graça e raramente assisto uma prova, ainda mais com tantos escândalos e mercenários. Assim, Interlagos não me contagiava mais.

Mas neste domingo, este local foi mágico. O dia amanheceu com a triste notícia da morte do Dr. Sócrates, ao qual relembro uma de suas citações: "Ser Corinthiano é um estado de espírito". Participei, e com muita emoção, da Maratona de Revezamento Ayrton Senna pelas curvas do autódromo de Interlagos. Integrante da equipe formada por: Narezzi's (pai e filho) e Junior James corri com a camisa Centenária do Corinthians em homenagem ao Sócrates e ao Senna. Foram duas voltas pelo circuito e minha participação foi novamente abaixo do desejado mas a satisfação acima das expectativas: por toda a festa com os amigos de caravana e equipe, e pela oportunidade de correr no percurso e ainda homenagear os dois heróis corinthianos.

Já a tarde, meu Corinthians conquistou (merecidamente) em cima do seu maior rival o Título de Pentacampeão Brasileiro. Por fim, ainda faturei o bolão de todo o campeonato brasileiro, numa disputa animada e apertada em pontos. Este memorável domingo ficará em meu coração, como naquele chato domingo, 01 de maio de 1994.

Resultado: 11 km em 00:58:45 pace 05:20 min/km

Percurso:




Vídeo:


Avaliação da Prova: Excelente evento esportivo. Muito bem organizado e num percurso (dentre os 3 mais difíceis que já corri) que apesar de muita variação altimétrica e com duas fortes subidas, foi fantástico simplesmente por ser Interlagos! Hidratação impecável, contando até com um posto de isotônico. Kit prova  com: boa camiseta e boné, revista ESPN, frutas e cereal. Medalha mediana de acrílico. Farta distribuição de brindes dos patrocinadores. Para melhorar: opção de retirada do kit pré-prova e do chip no dia do evento; mais banheiros (os químicos ao final da prova estavam intoleráveis); e congelar por uns 10 anos o preço da inscrição, que apesar de 100% beneficente é muito cara (R$ 90,00).

Nota final:
4,5
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

5 comentários:

Gerson Narezzi disse...

Muito bom relato, gostei!!
só tem uma coisa errada seu time não consagrou-se campeão em cima do maior rival pois o resultado foi 0x0 e sim em cima do Vasco.
Vc esqueceu de mais um detalhe e o resultado da nossa equipe?

abraço

Anônimo disse...

Parabéns Michel pela sua participação na equipe. A corrida foi difícil para todos, ano que vem voltamos mais preparados para aqueles morros...

Ano que vem, volto mas para revezar com 8 corredores.

Abraço e até a SSilvestre.
Bruno Narezzi

Fábio Namiuti disse...

Parabéns por mais essa, Michel! Uma corrida realmente especial, por muitos motivos, particulares ou não. Valeu pela companhia no "bonde" e pelo incentivo no início da minha participação. Concordo com a sua análise. Mesmo beneficente e por causa justa, o valor da inscrição podia ser um pouquinho menos indigesto.

Abraço e até as próximas!

G.M. disse...

Parabéns pelo quinto título brasileiro, Michel.
Sem dúvida é merecido, como você escreveu corretamente.
Mas que o Piquet com aquela bandeira do Vasco foi a cena do ano, isso foi! :-)
Obrigado pela visita e comentário bacana lá no blog que escrevo.
Ass.: Guilherme.

Fabio Matheus disse...

Realmente o ano de 1994 foi muito triste pela morte do Senna, unica coisa boa, foi o titulo paulista e brasileiro do Palmeiras em cima (aí sim) do seu maior rival.

Bom, esta é uma prova que ainda quero participar, mas a combinação preço + logística me dá uma certa preguiça.

Parabéns pela pegada e homenagem que fez.

Abraço!