quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

94. 87a. São Silvestre Ibirapuera

Local: MASP - Av. Paulista - São Paulo
Data: 31/12/11 - 17h30min - Clima: 25ºC Chuva
Nro.: 18331 - Percurso: 15 km - Altimetria: Alta
Site.: http://www.saosilvestre.com.br

São Silvestre saturada.

Relato: Esta 87a. edição da São Silvestre bem que poderia ser renomeada pra 1a. Nova São Silvestre. Definitivamente, é outra prova. Por isso, esqueça os tempos que foram cravados no passado, são agora históricos e nunca mais serão batidos. Acho um absurdo a organização falar em recorde na prova feminina. Não existe recorde, simplesmente porque esta é a primeira edição de uma nova prova. O percurso foi muito modificado (e estragado): a largada permanece na Av. Paulista, mas trocaram a descida da Consolação por uma outra vizinha ao Estádio Pacaembu muito mais inclinada e perigosa. Retiraram o afamado Minhocão e incluíram trechos que nem sei por onde passei. A heroica Brigadeiro virou mocinha com quase 2km de descida despinguelada. Mas com certeza o maior pecado foi extirpar a festa da chegada, ao joga-lá para o Parque Ibirapuera com dispersão num lamaçal horroroso.

Tudo bem, choveu. Atrapalha um pouco. Mas nesta edição com 7 mil pessoas a mais, atrapalha e muito. Estava praticamente impossível correr num ritmo constante. Ora era desvio, ora era trombada. Peguei a chuva forte no topo da Av. Brigadeiro, quase na Av. Paulista. Ao iniciar a descida da Brigadeiro tive que segurar, o chão tava um sabão e ao final já na reta de chegada... a rua virou um rio. Verdadeiro alagamento paulistano, saudando um Feliz 2012.

Enfim, poupo-os dos demais detalhes trágicos. Saturei, totalizo 4 participações seguidas. Coincidência ou não, a cada ano a minha nota de avaliação é mais baixa. Quem sabe num futuro distante eu volte. Pretendo curtir melhor meus finais de ano, ainda mais que a São Silvestre Joseense (relato bicentenário do Namiuti) está nascendo.

Amigos, feliz 2012. Obrigado por mais um ano juntos. Este 2011 foi fantástico nas corridas: com vários  recordes, um inesquecível treino de fé e emoção, uma maravilhosa maratona carioca, 1º. pódio em 4º. na categoria em Lagoinha e 1º. trófeu em 3º. na categoria em Guará). Assim, como principalmente na minha vida com marcantes vitórias e conquistas. Que venha 2012, com muita felicidade e mais velocidade.


Minha chegada (camiseta azul), infelizmente ao lado do são-paulino bandeira.

Resultado: 15 km em 01:23:45 pace 05:35 min/km

Avaliação da Prova: Ano após ano vem caindo a qualidade da prova e o respeito para com os corredores. Já  teve de tudo e de tudo ainda se pode esperar da Yescom. Percurso novo, com mais (e fortes) descidas. Hidratação e sinalização ok. Chip descartável. Kit pré-prova com: squezee, dilatador nasal, pó de café, carbogel, camiseta tecnológica (mas simples), alguns brindes irrelevantes e muita papelada de propaganda. Pós-prova: frutas, torrone, barra cereal e a medalha, até agora a mais bonita de todas as São Silvestre que participei. Custo benefício ruim, com a inscrição de R$ 100,00. Para melhorar: volta do antigo percurso, redução no valor da inscrição, bandas de música pelo percurso, limitação em 20 mil atletas. Participações Anteriores: 2008 (nota: 5,0), 2009 (nota: 4,75) e 2010 (nota: 3,5).

Nota final: 3,0
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

9 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Posso estar enganado, amigo Michel. Mas tenho a impressão de que você está sentindo o que senti após a minha segunda participação, em 2007, na qual já notei um certo descaso para com os participantes da mais famosa das corridas brasileiras. Pode ser até que as mudanças sejam inevitáveis, diante de um também inevitável crescimento da prova. Mas, se eu já preferia ficar em casa antes do surgimento da nova opção da São Silvestre Joseense, agora, então, é que não saio mais para encarar essa megamuvuca. Você esteve lá e viu: foi uma corrida pequena e simples, mas que se preocupou com detalhes que fizeram muita diferença. Gravação de tempo na medalha? BCAA e uva passa no "kit pós"? Staff colocando medalha no pescoço e dando os parabéns? Percurso com cenário natural e belíssimo? Largada com queima de fogos? Um locutor que transmite uma p... emoção, não só em relação ao meu caso, que comemorava 200 corridas, mas na chegada do último colocado, o meu amigo Gilberto? Coisas que a gente, definitivamente, não vê todo dia... Eu já cheguei à conclusão que não preciso de muita coisa para ser feliz em uma corrida. Nem sequer de ir bem nela... Ser tratado como amigo e não como número já é meio caminho andado. Cada vez mais valorizo esse tipo de corrida em detrimento às superproduções (das quais também até gosto, por que não?).

Que possamos estar todos juntos na SS 2012. Na SSJ, é claro!

Abração, parabéns pela bela temporada e por todas as conquistas alcançadas nela. Obrigado pela companhia e apoio. E até as páginas desse novo ano, que promete!

Anônimo disse...

Parabéns veterano Michel, mandou bem. Foi minha estreia, eu gostei, mas tbém achei o percurso difícil e perigoso diante daquele toró, concordo com o custo e benefício.

Ano que vem, se não ficar por aqui, marco presença na são silvestre joseense.

Bruno NArezzi

Jorge disse...

É meu amigo Michel realmente essa globo esses reporteres não sabem de nada como que pode ter recorde nessa prova com percurso novo...rsss...Cara naão sabi que vc tinha ido correr essa prova fantástica mais não pelo percurso novo e nào pela yescomedia que cada ano vem estragando esta prova parabéns meu amigo, bem que a chuva deveria ter colaborado com vcs em ter chovido menos e vi em alguns blogs a parte final que a chegada virou um verdadeiro lamaçal 'iesso ae vamos torcer para que o percurso volte a ser o original e com 25 mil corredores eu fiquei sabendo que foi dificil e que os corredores que largaram lá trás penaram até o pórtico com mais de 20 minutos imagina com 40 mil corredores que eles querem colocar para correr ou seja essa yescomedia só quer dinheiro do corredor e nada mais...Mesmo assim lhe parabenizo pela façanha e lhe desejo um feliz 2012 com muita saúde e correndo muito e continuando escrevendo aqui no blog.

Bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Fabio Matheus disse...

Michel,

Mais um ano em que não fui pra S.S. Em 2010, vendo pela TV deu vontade de estar lá no meio, mas agora em 2011 estava sem dúvidas, ali em casa, tranquilo, era onde queria estar. Acho que começou a estragar tudo quando aumentaram para 20mil participantes e a tendência acho que é piorar.

Mas parabéns pela participação e pelo tempo, o Bruno Narezzi não pára de tirar sarro seu aqui no trabalho; está te provocando.....

Que em 2012 estejamos juntos nas corridinhas por onde tiver.

Abraço
Fabio

Ronnie Pereira Alves disse...

Valeu pela visita no meu blog meu amigo Michel!

Não sei como era o percurso da antiga São Silvestre, mas mesmo assim foi bem divertido e emocionante ter estreado nesta edição. Outro motivo de grande satisfação é de ter proporcionado a oportunidade de levar mais 45 pessoas, dentre elas a maioria de estreantes, e realizar o sonho de muitos. Sempre vejo o lado positivo das coisas. Em 2012 estaremos lá mais uma vez!

Abraços e que 2012 seja um ano de novos recordes e de muita alegria, não só na sua vida esportiva, mas também na pessoal e profissional. Até logo, Ronnie.

Gerson Narezzi disse...

Valeu Michel, bom relato, e realmente cada ano que passa o descaso com atletas é muito grande. S.S. ja deu o que tinha que dar, deixo para os iniciantes e fantasiados que se divirtam. Vamos lutar para fazer S.S. Joseense e que seja no mesmo horario para encerrarmos junto como os fogos.

Jorge disse...

Michel,
Feliz 2012, muita saúde !!
Abraço.
Jorge

Glaucio Coelho disse...

Michel!

Parabéns pela corrida e pelo Blog! Tudo que você falou é verdade, a parte positiva que vi, ou melhor, que senti, não veio da estrutura da prova e não sei se conseguiria sentir numa segunda participação... 2012 farei a Subida do Cristo para fechar o ano... Grande Abraço!

Joel dos Santos Leitão disse...

É, Michel! Você faz bem em não participar mais dessa prova. Sinceramente? Se deslocar até São Paulo para uma corrida que embora badalada, etá bem distante do que nós corredores estamos acostumados, não vale a pena.
Essa também foi a minha quarta SS, embora não consecutiva, já que no ano passado, com aquela palhaçada de entrega de medalha antes da corrida, havia feito a inscrição e vendi para outra pessoa.
Nesse ano nem pretendia correr, mas como fiquei em São Paulo e ganhei a inscrição de um colega carioca, fui lá experimentar o novo percurso, ou como você prefere, a nova prova. Também não gostei. Além da 'gente diferenciada' no Pacaembu, senti falta da bagunça que o povo fazia no Minhocão, bem como da charmosa chegada na Av. Paulista.
Se eu correr novamente, provavelmente será por ganhar a inscrição, ou sem fazer a inscrição - caso em que também não consumirei nada da prova.
Por outro lado, também concordo que essa é a medalha mais bonita até hoje.
Enfim, essa prova Joseense pode ser uma boa pedida, pois além de mais intimista, você estará em casa.
Sabe que eu pensei seriamente em ir para São José?!
Abraços,
Joel