terça-feira, 8 de setembro de 2009

38. 13ª Meia Maratona Internacional RJ

Local: São Conrado até o Aterro do Flamengo - Rio de Janeiro
Data: 06/09/09 - Largada: 9:15h - Clima: 24ºC Nublado
Nro. 5215 - Peso: 76 kg - Tênis: Asics Nimbus 9
Percurso: Meia Maratona - Altimetria: Média - Mapa:





















Atletas Vinac: Michel, Solange, Vanderléia e Venância. Staff: Bruno, Chumbo, Diego e Leiliane.

















Relato: Galera animada, final de semana com feriado na segunda, uma excelente corrida no domingo e a oportunidade de conhecer o RJ. A Leiliane inclusive com a missão de ir ao Maracanã, torce in loco para o seu Fluminense, até dei uma forçinha rs. Muitos passeios, praia e atleta como sou a filmagem para o Globo Esporte (link aqui). No hotel, uma agradável surpresa encontro com o querido corredor paulista Guilherme Maio. Enfim, domingo, dia de correr sem correr e se divertir. Depois de muito pensar sobre correr forte (mesmo sem os devidos treinos) ou não, questiono o quanto o tempo poderia ser meu algoz e tomo a uma grande atitude: deixo o relógio no hotel e vou pra prova totalmente despreendido de resultados.

"O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno."
Willian Shakespeare

São Conrado: Largada congestionada, quem for correr "por tempo" é imprescindível chegar cedo e posicionar-se mais à frente. Saio tranquilo: sem relógio pra disparar ou metas para cumprir. Único objetivo: de forma divertida, conhecer a orla zul carioca correndo. Forte subida da Niemeyer logo no início segura o ímpeto dos ansiosos.
Leblon: Público numeroso e participativo que incentiva toda a multidão em movimento. Alguns gritam o seu nome, impresso no numeral.
Ipanema: Adentro na Vieira Souto, praia de Ipanema e ops... uma paradinha (1 min.) para eliminar o excesso de hidratação rs. Ah, não resisti e pela 1ª. vez caminhei apenas para contemplar a natureza e agradecer a Deus pela celebração da vida. Visual deslumbrante !
Copacabana: Av. Atlântica e a diversão continua. Público responde festivamente as convocações de alguns corredores para animação. Aí, no posto 5 fiz um pit-spot inusitado, parei para uma Hidratação Refrescante de Carboidrato Líquido, depois explico aos amigos detalhadamente esta inovadora técnica de hidratação rs...
Leme: Num ritmo bem confortável o cardiorespiratório estava tranquilo, dava pra dar uma palestra. Já na parte muscular começava o desgaste pela panturrilha esquerda, de resto era só alegria.
Botafogo:
Pão de Açúcar à direita e Corcovado à esquerda. Era demais estar ali, ainda mais correndo prazerosamente por diversão. Sem pressão, relógio, nada... eu simplesmente não tinha a mínima idéia de tempo. Uma experiência muito interessante, aja visto que sempre corri de olho em cada parcial e matutando mirabolantes cálculos rs. Posto de gatorade, dois copos e uma deliciosa caminhada por alguns metros. Espero não sentir falta deste pecado rs.
Flamengo: Ao chegar no Flamengo à galera de ponta (que não sabe brincar) já estava descansado e ainda faltava 5km. Do outro lado do belíssimo gramado aquela multidão cruzando o pórtico. Psicológico vai à mil. Lonqínqua reta e a quantidade de corredores se arrastando, andando e reclamando é de impressionar. Michelzão inteiro, com a tática de curtir a paisagem no começo e correr pra valer na parte "pior" da prova (Flamengo), começa a correr de verdade e a caça aos coelhos, primeiro os mais frágeis. Após retornar, já na reta chegada, escolho os coelhos mais inteiros e vou em busca da "final de corrida perfeita" rs. Assim, consigo manter a diversão da prova justamente num ponto crítico, tanto físico, como principalmente psicologicamente. Faltando uns 700m, rodando num de pace 04:30 e ultrapassando maciçamente (uma sensação ótima), quando um corredor passa voando... fui na captura e aí começou o desespero, parecia teste de V1000Max na pista. A respiração ofegante virou entoantes gemidos e na ponta do pés as passadas ficando cada vez mais largas. Apesar de não alcançar o cidadão (acabou a pista rs), a brincadeira me deu a adrenalina necessária para terminar muito realizado e feliz. A Leiliane, até tentou tirar uma foto da chegada, mas naquela velocidade não daria nem pra me filmar rsrsrs. Enfim, missão cumprida, diversão garantida. Agora futuro atlético incerto e calendário incógnito, mas mãos ao Alto: Obrigado Meu Deus por mais esta oportunidade !
















Tempo: 2:21:02 - Pace: 06:41 min/km - Velocidade: 9,0 km/h
Resultados:
www.yescom.com.br/meiadorio/2009/portugues/index.asp
Vídeos e fotos:
www.webrun.com.br/fotos/commerceft/videos/index/numFotografado/5215/idEvento/476/tb/9057/tl/8462/local/1/


Avaliação da Prova: Belíssima prova, a melhor que participei até hoje, com certeza ano que vem tem mais. Linda cidade, percurso turístico e interessante. Excelente participação do público. Organização e hidratação impecáveis. Faltou apenas um posto de apoio com banheiros (senti na pele, mas dei um jeitinho rs). Kit recheado, medalha bacana e camiseta Adidas excelente. Inscrição: R$ 45,00, custo x benefício ótimo.

Nota final: 4,75
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

4 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Bacana, Michel. Correr rápido é bom, e é coisa que você vem mostrando que sabe fazer muito bem. Mas legal mesmo é correr, simplesmente. Pode até ser papo de pangaré, mas só quem experimenta a sensação de fazer uma prova assim, como você fez, sem relógio ou não dando a mínima pra ele, sabe o que é esse prazer. Essa característica, falo porque sei, vai te ajudar muito futuramente, quando você partir para distâncias maiores.

Parabéns pela sua participação na Meia do Rio e por esse sensacional relato, que nem parece ter sido escrito por alguém tão jovem, de tanta sabedoria que traz. Só fez aumentar ainda mais a já grande admiração que tenho por você.

Que a pausa forçada agora seja breve. Que você possa se cuidar, se recuperar rapidamente e voltar aos treinos e corridas o mais rápido possível, mas, principalmente, inteirão, bem, pronto pra retomar de onde parar. No que puder ajudar, estou aí, conte comigo!

Abração, meu camarada!

Fábio

Gerson Narezzi disse...

Parabéns meu grande amigo !!!!
Eu imagino a emoção dessa prova, não vejo a hora de poder participar de um evento desse nivel, continue sempre assim, que em breve estaremos juntos nessa festa

abraços

Gerson

G.M. disse...

Boa, Michel !
Essa do carboidrato líquido (e refrescante) foi sensacional !
Parabéns por seu excelente bom humor.
Muito legal o seu relato.
Continue firme e forte.
Boa semana para você.
Obrigado pela mensagem que você deixou lá no blog que escrevo.
Valeu !
Ass.: Guilherme.

Jorge disse...

Meu amigo Michel foi uma pena que não nos encontramos, que bom que gostou da prova e da cidadeo do RIo...Olha eu fui um dos primeiros a largar, pois cheguei cedo e fiquei bem na frente, teve um Sr. da Equipe de vcs que vi passando com a camiseta da VINAC dái prestei atenão se tinha mais algum corredor ao lado dele, mais ele estava sózinho, indo em direção ao parte final da corrida.

Ahhh tem outra MEIA MARATONA DO RIO melhor do que essa, pois ela é realizada sempre em Junho em conjunto com a Maratona do Rio o diferencial desta é que ela sai da barra, passa por todo o percurso que nem essa meia que corremos e termina no Flamengo, e não precisa dar aquela volta para terminar a corrida.

Valeu...

PARABÉNS AMIGO...

Uma boa semana e bons treinos.

Jorge Cerqueira
http://jmaratona.blogspot.com